Header Ads

Agência Pública lança livro-reportagem sobre a Amazônia



O evento de lançamento tem como objetivo continuar as discussões sobre o tema e tornar a Amazônia uma “pauta pública”

No dia 14 de dezembro, sábado, a Agência Pública lança seu primeiro livro-reportagem, na Praça Roosevelt, em São Paulo. “Amazônia Pública” é o resultado de seis meses de investigação, realizadas entre julho e outubro de 2012, sobre como os investimentos na região amazônica têm afetado a vida dos moradores. A série de reportagens, realizadas por uma equipe de catorze jornalistas, publicadas através do site da Agência Pública, foi vencedora do Prêmio Jornalistas e Cia/ HSBC de Imprensa e Sustentabilidade e finalista do 7º Prêmio Allianz de Jornalismo. O evento de lançamento tem como objetivo continuar as discussões sobre o tema e tornar a Amazônia uma “pauta pública”. Das 16h30 às 22h haverá debates, exibição de material audiovisual, distribuição gratuita de exemplares do livro e uma festa de encerramento.

A mesa de discussão, que acontece das 16h30 às 18h30, leva o tema “O projeto de desenvolvimento da Amazônia e seu impacto nas populações locais”, com Danilo Chammas (representante da rede Justiça nos Trilhos), Célio Bermann (IEE – USP) e com mediação de Marina Amaral (Agência Pública). Após o debate haverá distribuição gratuita do livro, que foi produzido com o apoio da CLUA (Climate and Land Use Alliance), fundação internacional ligada às questões climáticas.

Além do debate, das 18h30 às 19h, serão exibidos vídeos e fotos do projeto e dos depoimentos de pessoas ligadas à cultura da Amazônia, gravados especialmente para o evento. Nos depoimentos, Aurélio Michiles, Milton Hatoum, Fafá de Belém e outros respondem à pergunta: “Qual Amazônia você quer?”.
Confira o depoimento da Fafá de Belém: https://www.youtube.com/watch?v=jqFMtDZP9WI

A partir das 19h o DJ Madruga dá início a festa de encerramento, apresentando seu set especial repleto de carimbó e outros sons e estilos musicais típicos da região amazônica. Acompanhando Madruga, a artista multimídia Veruscka Girio (www.astronautamecanico.com) projeta em telões, distribuídos pela marquise da praça, imagens criadas especialmente para o evento.

Sobre o Amazônia Pública

Vencedor na categoria “Webjornalismo – Mídia Nacional” pelo prêmio HSBC de Imprensa e Sustentabilidade deste ano, o Amazônia Pública foi um projeto de ampla investigação jornalística sobre a região amazônica, que vem sofrendo mudanças drásticas com investimentos milionários, tanto públicos como privados, em infraestrutura e exploração de recursos minerais. A Amazônia é um dos focos principais do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento, do governo federal), com a construção de rodovias, usinas hidrelétricas, expansão de portos marítimos e fluviais e aeroportos.

Entre os meses de julho e outubro de 2012, três equipes de repórteres da Agência percorreram três regiões amazônicas: o pólo de mineração em Marabá (PA); na bacia do Rio Tapajós; Porto Velho e as hidrelétricas do rio Madeira.

Todas as reportagens buscam explorar a complexidade dos investimentos atuais na Amazônia, ouvindo todos os atores envolvidos – governos, empresas, sociedade civil – para traçar o contexto em que esses projetos têm sido desenvolvidos. O prisma essencial destas reportagens, assim como de toda a produção da Pública, é sempre o interesse público: como as ações e negociações políticas e econômicas têm tido impactado, na prática, a vida da população.

Clique aqui para ver a série online: www.apublica.org/amazoniapublica

A Agência Pública

Pioneira do Brasil, a Agência Pública aposta num modelo de jornalismo sem fins lucrativos para manter a independência.

Fundada em 2011, todas as suas reportagens são livremente reproduzidas por diversos veículos sob a licença creative commons. Atualmente, a Agência conta com mais de 50 republicadores no Brasil e no exterior. Sua missão é produzir reportagens de fôlego pautadas pelo interesse público, sobre as grandes questões do país do ponto de vista da população – visando ao fortalecimento do direito à informação, à qualificação do debate democrático e à promoção dos direitos humanos. A Agência tem três eixos investigativos principais: os preparativos para a Copa do Mundo de 2014; megainvestimentos na Amazônia; e a ditadura militar.

A Pública conta com financiamento de instituições de peso e renome internacional, como a Fundação Ford e a Open Society Foundations, e seu conteúdo é republicado por veículos como a Empresa Brasil de Comunicação (EBC), o Yahoo Brasil, o portal Terra e a revista Carta Capital.

Além de produzir, a Pública atua para promover o jornalismo investigativo independente, através de programas de mentorias para jovens jornalistas e bolsas de reportagem. “Para nós, o jornalismo não está em crise – está em renovação. A Pública acredita na reportagem. E no repórter”, diz Natalia Viana, codiretora da Agência Pública.
Mais informações:

Lançamento livro Amazônia Pública @ Agência Pública
Quando: 14 de dezembro, sábado.
Local: Praça Franklin Roosevelt - área das salas de vidro (próxima à marquise) – Centro – São Paulo, SP
Horário: das 16h30 às 22h
- 16h30 às 18h30: debate e exibição dos depoimentos
- 18h30 às 19h: exibição dos vídeos do projeto “Amazônia Pública” e distribuição dos livros
- 19h às 22h: sons e imagens da Amazônia com DJ Madruga e VJ Astronauta Mecânico
Grátis

Nenhum comentário

Faça seu comentário abaixo. Obrigado.

Imagens de tema por hdoddema. Tecnologia do Blogger.